Março - Abril de 2017

Queridos familiares, Parceiros e Amigos,

Espero que esta os encontre bem. Acabei de voltar de duas viagens ao Brasil, e no momento em que você lê isso, vou retornar para concluir outra série de reuniões! Começamos no estado da Bahia e terminamos nossos eventos no estado de Brasília, sede do governo no Brasil.

Tudo o que posso dizer é: Uau! Deus está fazendo coisas tão extraordinárias que me deixou até sem palavras. Todos as pessoas presentes tem visto os céus abertos em nossas reuniões. O poder da Palavra de Deus, Sua presença poderosa em cada apelo, vem mudando a vida de todos os que respondem a Ele pela fé. Esses períodos em Sua presença duravam mais de uma hora, pois havíamos decidido orar por cada adolescente que esteve presente. Ainda estou maravilhado com a bondade de Deus e com Sua disposição para perdoar e redimir a todos os que se arrependem. Devo admitir que houveram alguns obstáculos quando dirigimos por 16 horas até chegar ao nosso destino final. Depois de oito horas de viagem, a embreagem do caminhão parou de funcionar. Encalhados, sem serviço celular, tivemos que buscar alguma ajuda. Depois de muita oração, muita água e um mecânico adorável, trinta e seis horas depois, estávamos de volta ao cronograma, sem se importar. Sabíamos que os eventos que planejávamos seriam extraordinários!

Depois de muita oração, muita água e um mecânico adorável, trinta e seis horas depois, estávamos de volta ao cronograma, sem se importar.

 

Em uma de nossas reuniões, uma jovem que estava sentada na quinta fila, olhava pra mim como se estivesse muito brava. Braços dobrados em desafio, ela se ateve a todas as palavras que eu disse, nunca interrompendo o contato visual comigo. À medida que a mensagem progredia, ela começou a acenar com a cabeça em sinal de concordância, o que é esperado pela maioria dos adolescentes. Mas, ao fazer o apelo para a oração e encorajar a multidão a responder ao Senhor com fé, Deus me direcionou a deixar o palco e caminhar até a garota que agora parecia visivelmente chateada. Quando me aproximei dela, ela me encarou, sentou-se na cadeira e fixou seus grandes olhos castanhos contra mim. Coloquei o microfone e, através do meu intérprete, fiz uma pergunta.

COLOquei MINHAs MÃOs EM SEU ombro E perguntei "COMO É Seu RELAcionamento COM JESUS?"

Naquele momento, ela quebrantou-se, e deu um profundo grito de desespero que provocou um choque na igreja e em mim. Sua grande dor, sua grande necessidade agora estava sendo expressa. De repente, ela caiu frente à multidão e foi quando os membros da igreja se reuniram ao redor dela em oração. Foi nesse momento que a presença de Deus veio à igreja através de uma manifestação maravilhosa de misericórdia e graça. As pessoas começaram a correr para a frente, aqueles que já estavam no altar começaram a chorar muito alto. Esta menina preciosa era o que eu chamo de gatilho, ao passo que se quebrantou, sob a direção de Deus, o resto seguiu. Foi uma noite gloriosa!

Na minha primeira viagem em março, celebrei meu aniversário de 51 anos. Era uma noite de sábado e foi a última noite de uma conferência que estava participando. Como o meu português é muito limitado, meus amigos planejaram tudo bem debaixo do meu nariz. Quando me aproximei do palco no sábado à noite, meu intérprete David pegou o microfone e me direcionou a sentar na cadeira na primeira fila. Eu pensei que eles estavam mostrando o aplicativo e disse: "Por que estou sentado aqui, eu preciso falar sobre isso quando acabar?" De repente, as luzes se apagaram e um vídeo começou a ser exibido.

Foi uma visão geral das minhas últimas 450 reuniões no Brasil, colocadas em uma das minhas músicas de adoração favoritas, "10 mil graus de unção". A multidão aplaudiu enquanto eu chorava como um bebê por 5 minutos. Fiquei sem palavras, o vídeo foi muito mais do que uma surpresa, foi um testemunho da graça de Deus em minha vida, já que trabalhamos durante anos nesta nação. Minha postura se foi enquanto eles me acompanharam no palco e me presentearam com um bolo decorado de aniversário de duas camadas.

Foi demais.

Fiquei de pé e solucei emocionado enquanto a multidão cantava para mim. Alguém perguntou se eu gostava de estar longe de casa no meu aniversário,

EU RESPONDI tranquilamente, "EU eStOU EM CASA!"

Não é necessário dizer que o trabalho daquela noite foi incrível, Jesus revelou-se poderoso em nosso meio!

Tal como acontece com tudo o que fazemos ao redor do mundo, nada disso seria possível sem o seu apoio fiel, tanto financeiro como espiritualmente. Que Deus continue a abrir muitas outras portas para oportunidade no Brasil e em todo o mundo, obrigado por me ajudar a obedecer o chamado para as nações. Quero deixar um agradecimento especial aos Ministérios Joyce Meyer por fornecerem gratuitamente seus livros incríveis a todos os adolescentes em nossas reuniões. Obrigado- CHAD